Software livre auxilia pesquisas em fisiologia do exercício

Desenvolvido por meio de colaboração entre pesquisadores da EEFE-USP, IME-USP e UFPE, o GEDAE-LaB é um software livre e gratuito  que auxilia cientistas de vários países a realizarem análises de dados fisiológicos durante o exercício físico. Essas análises são feitas por meio do tratamento dos dados do consumo de oxigênio e dos níveis de lactato sanguíneo. Com as informações obtidas, os pesquisadores conseguem descrever a interação dos metabolismos aeróbio e anaeróbio, o que é muito importante no desenvolvimento de estratégias voltadas tanto ao desempenho esportivo quanto à saúde. Além disso, os dados ampliam o conhecimento sobre o próprio funcionamento do corpo humano durante o exercício físico. 

A metodologia utilizada pelo programa oferece muitas vantagens aos estudos da área por ser um método não invasivo e confiável. Porém, para aplicá-lo, são necessárias algumas funcionalidades matemáticas e estatísticas com as quais os pesquisadores da área de fisiologia do exercício podem não estar familiarizados - por exemplo, ajustes de curva e cálculo de área. Existem outros softwares desenvolvidos para desempenhar um papel similar ao GEDAE-LaB, porém, não cumprem integralmente todas as funções e apresentam um custo de licença aproximado de dois mil dólares. Além disso, para utilizar o programa desenvolvido na USP não é necessária a instalação em um computador, bastando apenas o acesso à internet.


Alunos do IME-USP trabalham no software GEDAE-LaB

Para a validação do GEDAE-LaB, onze voluntários foram submetidos a testes físicos para medir o consumo de oxigênio e os níveis de lactato sanguíneo. Todos eram do sexo masculino, entre 25 e 31 anos, saudáveis e acostumados ao treinamento físico. Os participantes foram submetidos a testes na bicicleta ergométrica, tendo seus dados medidos em vários níveis de esforço. Comparando os resultados obtidos pelo por meio do GEDAE-LaB com o mesmo procedimento realizado por meio de programas pagos, não foi observada diferença significativa e os dados apresentaram alta confiabilidade. Além disso, diversos pesquisadores foram instruídos a utilizar o software e obtiveram sucesso no uso do programa, sugerindo que usuários minimamente familiarizados com medidas fisiológicas conseguem usar a ferramenta com relativa facilidade. Essa validação teve o apoio de pesquisadores da  Universidade Federal de Pernambuco, sob a supervisão do Prof. Dr. Adriano E. Lima-Silva.


Prof Romulo Bertuzzi em palestra sobre o tema na EEFE

O projeto foi desenvolvido em conjunto pelo Grupo de Estudo em Desempenho Aeróbio da EEFE (GEDAE-USP), coordenado pelo Prof. Dr. Rômulo Bertuzzi, e pelo Centro de Competência de Competência em Software Livre, sob orientação do Prof. Dr. Alfredo Goldman. Escrito utilizando as linguagens JavaScript, Java e CSS, o GEDAE-LaB é gratuito e aberto, o que quer dizer que pesquisadores das mais diversas áreas podem submeter contribuições e consultar o código original.  Até o momento, o programa foi utilizado por 3.758 pesquisadores de 10 países em desenvolvimento e desenvolvidos, tais como Estados Unidos, Alemanha, Brasil, Reino Unido, Itália, China, Portugal, Canadá, entre outros. Mais de 30 artigos científicos também já utilizaram o programa. 

Saiba mais sobre o GEDAE-LaB nos seguintes links:

http://www.gedaelab.org/

http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0145733

Assista também a palestra do Prof. Rômulo Bertuzzi sobre o assunto:

https://youtu.be/faNdBElc0IM?t=2466