• Contato
  • Contato:

Equipe Lapse

O efeito da intensificação do treinamento na percepção de esforço da sessão e nas fontes e sintomas de estresse em jogadores jovens de basquetebol

Alexandre Moreira, Fábio Yuzo Nakamura, Pedro Bataglioli Cavazzoni, João Henrique Gomes, Paulo Martignago  O estudo investigou as alterações das fontes e sintomas de estresse (questionário DALDA) e da percepção subjetiva […]

Alexandre Moreira, Fábio Yuzo Nakamura, Pedro Bataglioli Cavazzoni, João Henrique Gomes, Paulo Martignago 

O estudo investigou as alterações das fontes e sintomas de estresse (questionário DALDA) e da percepção subjetiva da sessão (PSE) em jovens jogadores de basquetebol (20 masculinos e 15 femininos) submetidos a um treinamento intensificado (12 dias), em preparação para campeonatos internacionais. Caracterizaram-se duas etapas distintas de treinamento. Para a PSE o resultado do teste t revela não haver diferenças entre a 1a e 2a etapas para o masculino. No feminino, a primeira etapa foi mais intensiva do que a segunda (P < 0.05). Verificaram-se, para ambos os grupos, diferenças significantes entre a primeira e a segunda etapa, com diminuição dos conceitos “pior do que o normal” para a segunda etapa nos sintomas de estresse. Os resultados sugerem que a PSE e DALDA podem ser úteis no monitoramento de jovens jogadores de basquetebol, por apresentarem congruência em suas dinâmicas, especialmente entre as mulheres, refletindo possíveis reações aos estresses de diferentes naturezas.

Acesse o  texto completo

Parcerias
Worcester University Biblioteca Digital Vérsila