• Contato
  • Contato:

Prof. Dr. Antonio Carlos Simões

Possui licenciatura em Educação Física pela Escola de Educação Física e Esporte da USP (1972). Licenciatura em Pedagogia pela Faculdade de Educação Campos Salles (1979). Licenciatura e Bacharelado em Psicologia, e formação de Psicólogo pela Universidade Guarulhos (2001). Mestre em Educação Física pela Escola de Educação Física e Esporte da USP (1987). Doutor em Ciência da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da USP (1990). Estágios especializados nos Institutos de Educação Física de Madrid (1975) e Moscou (1983). Professor Titular da USP-EEFEUSP (2005).

Coordenador e Pesquisador do Laboratório de Psicossociologia do Esporte LAPSE e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Psicossociologia do Esporte GEPPSE da Escola de Educação Física e Esporte da USP. No curso de Bacharelado em Esporte, ministra as disciplinas de Esporte e Psicologia, Esporte e Sociologia. No curso de pós-graduação ministra disciplina e orienta nas áreas de Estudos de Esporte, Pedagogia e Biodinâmica do Movimento Humano, atuando nas linhas de pesquisas: aspectos psicossociais do esporte; aspectos psicológicos da competição infantil, aspectos psicológicos do esporte de rendimento, e desempenho esportivo.

garibaldo

“Amarelão” no esporte: das alterações da cor da pele ao coping do estresse por crenças religiosas e lócus do controle de atletas de handebol, ginástica artística e voleibol

Prof. Dr. Antonio Carlos Simões

investigar a variação espectrofotométrica da cor da pele dos atletas de Handebol, Ginástica Artística e Voleibol nas atividades pré e pós-treinos. Como possível sinal de estados psicofisiológicos associados ao amarelão, em decorrência do estresse do esporte de rendimento, propiciado pelo coping das crenças religiosas caracterizadas como: primitiva, intelectual, emocional e ético-moral e o lócus do controle: interno e externo: sorte-azar, pessoas poderosas

Parcerias
Worcester University Biblioteca Digital Vérsila